Desaprendizado

Desaprendizado

26 Comments

  1. *clap clap clap*
    Muito bem dito, seu Gus. Foda!


  2. Você acaba de ganhar um fã!

  3. “Eu não quero saber deste mundo: já o sabemos todos, já o aprendi demais. É hora de desaprendê-lo” – Essa frase fez valer o quadrinho.


  4. “Eu não quero saber destes estudantes de cinema buscando redenção em empregos na Livraria Cultura”. Ótima esta frase, pois na Cultura temos os vendedores mais inteligentes e bem graduados, com uma cultura bastante elevada, porém com os salários mais baixos do mercado e as piores condições de trabalho… Palmas para esse cara

  5. Putaquepariu! Uma das coisas mais fantásticas que li nos últimos tempos! Sensacional!

  6. Eu não quero saber desses artistas niilistas que não suportam nada.
    Escolhe um lado rapaz! Você acha que não está do lado de ninguém mas está deixando as coisas correrem como estão…

    1. Author

      Sim, você tem razão. Foi um vômito. Acho exagero chamar de niilista, tem afirmações claras por trás de cada negação. Mas sim, falta uma segurança maior, um posicionamento maior, um enfrentamento maior. Como falta mais estudo, mais reflexão, mais capacidade de dar “foda-ses” e mudar a vida que levo. Se ainda não é isso, vou caminhar pra isso – por ora, esse blog segue como espaço processual de meu pensamento e sentimento e mantenho a minha prática ao lado da criação, mesmo que não consiga ainda andar a passos largos.

  7. O agudo senso crítico de tuas observações tornaram esse post realmente genial.
    Tu realmente merece reconhecimento pela tua arte, cara

  8. Excelente, sempre passo aqui para ver e rever tiras antigas, e essa é a minha favorita, parabéns

  9. Ainda não tenho palavras. Estou sem chão.
    Parabéns, Gus.

  10. gosto de seu estilo Gus, não entendo muitos de seus textos (pelo menos não na hora), mas sempre têm algum trecho em que me identifico. parabéns pelo seu trabalho, que é mais um desabafo.

  11. Tento fica d boa, mas tenho que falar… hehehe,
    Manda muito bem meu… poeta das tiras heheehe… embaçado…

  12. Muito Bom!
    ótimo poder de síntese.

  13. A que ponto chegou esse homem. Não posso imagina sua dor real, mas uma criação deste porte é de infinitas possibilidades sensitivas.

  14. Eu Acabei de ler uma agonia que já fazia tempo estava engarguelada e engatilhada na minha conciencia com palavras mais picudas e diretas. Agora que já vi e também me andei pelas desaprendisagens impossiveis, continuo aqui pensando e buscando uma forma possivel e menos viada de me obliterar desta fudida realidade!

  15. Maravilhoso, extraordiánrio. Não suporto a prepotência em banho maria de ego salpicada com arrogância e falsa-moral que somos obrigador a engolir todo santo dia nessa selva de egoísmos e falta de culhões (adorei a força de sua palavra), acompanhada de uma profunda tristeza de não enxergarmos ao redor ao menos meia duzia de sensíveis ao que realmente importa no crescimento do espírito como precisamos tanto ao lado, se ajudando.
    Obrigado Mr. Gus, suas palavras aquecem meu peito meio à tantos motivos contrários diários. Amo sua poesia e arte!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *