Poema Solo

Poema Solo

5 Comments

  1. É por isso que eu acredito no seu trabalho, no seu potencial, e em todo o seu talento.
    Me sinto lisonjeada com tamanha arte, com cada verso, com todo o sentimento embutido nas palavras provindas de você.
    Obrigada por compartilhar palavras tão lindas.
    Parabéns Gus.
    Beijo;*

  2. Tenho que confessar que esse é um daqueles quadrinhos que eu fico sem entender muito bem mas que só de olhar dá pra perceber o quanto é incrível.
    Uma das poucas partes que eu entendi alias é incrível: Se não sabe pra onde vai, pelo menos aproveite o caminho.

  3. Ei Felipe.
    Um sujeito em um carro estava perdido horas na estrada quando vê um mendigo andarilho e pergunta:
    – Essa estrava vai até Cajamandur ?
    Não sei, responde o mendigo.
    – Se eu pegar a próxima a esquerda retorno para Alabastim ?
    Hum… não sei, diz o mendigo.
    – Porra caralho, mas você não sabe nada!?!??
    Posso não saber nada, mas não sou eu que estou perdido.

    —-

    Caminante no hay caminho… se hace camino al andar.

  4. Muito bom!
    Vidas solitárias,
    que compartilham do mesmo solo,

    -um coletivo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *